Convênio

KADILA2
Kadila: diálogos entre duas margens do Atlântico

O Projeto KADILA surgiu em parceria desenvolvida entre o Núcleo de Estudos de Identidades e Relações Interétnicas – NUER/UFSC e o Centro de Estudos do Deserto – CE.DO, entidade em Angola fundada pelo antropólogo Samuel Rodrigues Aço e que está voltada para o estudo e apoio aos pastores Deserto de Namibe, Sudoeste de Angola.

A partir de 2010, como coordenador e chefe do Departamento de Antropologia da Universidade Agostinho Neto, o professor Samuel Aço recebeu as pesquisadoras do NUER Margarida Paredes e Milena Argenta durante suas pesquisas etnográficas no Deserto. A primeira foi ao deserto entrevistar as mulheres que lutaram na Guerra de Libertação Colonial e a segunda para estudar sobre indumentária e pertença étnica entre os povos pastores que vivem em torno de Njambassana e Curoca.

UAN - UFSC
UAN – UFSC
2
ISCED

A cooperação científica entre os dois grupos de pesquisa, NUER-CEDO contou com o apoio do Protocolo de Cooperação Técnica e Científica assinado em maio de 2009 entre a Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis/Brasil e a Universidade Agostinho Neto, Luanda/Angola. Este Protocolo foi renovado em outubro de 2014, durante a segunda missão da UFSC em Angola.

Também, durante esta missão foi assinado o Acordo entre a UFSC e o Instituto Superior de Ciências da Educação- ISCED,  cujo departamento de História é dirigido pela historiadora, Dra. Aurora Fonseca.

 

ACERVO NUER
I – Samuel Aço na UFSC, palestra organizada pelo NUER, 2011 II – Profa. Ilka , acompanhada pelo prof. Aço e a antropóloga Teresa Aço, visitam o Namibe e levam os resultados da pesquisa para o Soba Beiapé de Njambassana, Tombwa, 2012. III – Reunião com administrador do Tombwa e professores. (Fotos: Acervo NUER)
CONVENIO
Visita de Missão da UFSC a Luanda e Reunião com a administração central da Universidade Agostinho Neto em fevereiro de 2012.

 

Missão da UFSC, profs. Leticia e Silvio com a decana profa. Amélia , o vice-decano Petelo, demais profs. e os pesquisadores do Ce.Do. (Foto: Acervo NUER)
Missão da UFSC, profs. Leticia e Silvio com a decana profa. Amélia , o vice-decano Petelo, demais profs. e os pesquisadores do Ce.Do. (Foto: Acervo NUER)

Em março de 2015 o Projeto Kadila organizou missão de trabalho a Angola com os professores da UFSC, Leticia Cesarino (Antropologia) e Silvio Correa (História). A missão reuniu-se com a coordenadora, a decana da Faculdade de Letras e Lingüística da UAN, profa. Amélia Mingas, o vice-decano e os professores; participaram também a equipe de pesquisadores do Ce.Do, liderados por Teresa Aço. A missão da UFSC se reuniu também com representantes da Faculdade de Ciências Sociais e demais professores.

A missão de professores da Faculdade de Ciências Sociais da Universidade Agostinho Neto, composta pela vice-decana Luzia Milagres e o chefe do departamento de Psicologia José Nkossi visitaram a UFSC no final de março de 2015 após reunião com a equipe do kadila e com o diretor do CFH/UFSC, o prof. Paulo Pinheiro Machado, ambos levaram à Secretaria de Assuntos Internacionais –Sinter da UFSC o Termo Aditivo Complementar ao Termo Geral que rege o convênio entre as duas universidades, buscando assim formalizar a cooperação entre as Faculdades de Ciências Sociais da UAN e de Ciências Humanas da UFSC.

3
A vice-decana Luzia Milagres e Dr. José Nkossi, em visita ao NUER, março de 2015.
4
Reunião da missão da UAN com o prof. Paulo Pinheiro Machado, diretor do CFH/UFSC.

 

 

 

 

 

 

Desta forma, o Projeto Kadila, passa a estar resguardado pelo convênio geral entre as duas universidades, contando também com o termo aditivo referido que formaliza a participação das Humanidades e das Letras e Linguística das duas Universidades.

Do Brasil estão responsáveis a profa. Ilka Boaventura Leite (atualmente licenciada) e a profa. Cristine Severo Gorski (vice-coordenadora); Em Angola, o projeto contou inicialmente com a coordenação do prof. Samuel Rodrigues Aço e a coordenadora atual, a profa. Amélia Arlete Rodrigues Mingas, decana da Faculdade de Letras e Linguística.

Amélia
A decana da Faculdade de Letras, Amélia Arlete Mingas, coordenadora do Convenio e do Projeto Kadila na UAN.

 

 

 

 

 

 

 

Sinter
Reunião da Missão com o Secretário prof. Aguinaldo da Sinter

 

 

 

 

 

 

 
Contato    Apoio: CNPq / CAPES